Sorridentes: Como não ser uma vítima de um golpe de cartão de crédito


Como não ser uma vítima de um golpe de cartão de crédito


Muitas pessoas caem nesses golpes de roubo de cartões de crédito por não saberem realmente o que fazer quando recebem uma ligação de algum golpista se passando funcionário do Departamento de Segurança de uma empresa. Confira uma simulação de como ele é feito e como você não ser enganado.

Primeiramente os golpistas fazem uma ligação para seu telefone, falando que são do Departamento de Segurança da Visa (por exemplo) e que você comprou uma coisa bem estranha (como um Dispositivo Anti-Telemarketing, por exemplo) no valor de "tantos reais" de uma empresa em Porto Alegre (por exemplo). É óbvio que você diz que não, e eles seguem:
.
- Provavelmente o seu cartão de crédito foi clonado e estamos telefonando para verificar. Antes de processar o crédito gostaríamos de confirmar alguns dados seus, como por exemplo, o seu endereço (pode ser encontrado facilmente em listas via internet).
 .
A parte principal da fraude: - Desculpe, mas temos que nos certificar de que o Senhor está de posse de seu cartão. Por favor, pegue seu cartão e leia para mim o seu número. Feito isso, vem a pergunta:
.
- Correto. Agora vire o seu cartão e leia, por favor, os 3 últimos números do cartão (esses são os seus "Números de Segurança" (Pin Number), que você usa para fazer compras via Internet, para provar que realmente está com o cartão. Após isso o ladrão agradece e desliga o telefone.
Provavelmente, em menos de 10 minutos, uma compra via internet será lançada no seu cartão, e muitas outras, caso você não perceba a fraude até a chegada do extrato. 


Caso você receba uma ligação assim, não faça uma ligação denunciando para a polícia (é quase inútil), até nos Estados Unidos o rastreamento das ligações é díficil, apenas fale ao bandido que você mesmo fará a ligação para o 0800 da sua operadora e Pronto.
-
Dica da Kathleen por email.

0 comentários

 

Sorridentes, desde setembro de 2010 na rede. THE END, o blog se encontra atualmente fechado.